quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Rescaldo Das Eleições


Sing it out
Boy, you got to see what tomorrow brings
Sing it out
Girl, you’ve got to be what tomorrow needs
For every time that they want to count you out
Use your voice every single time you open up your mouth

[Canta
Rapaz, tens que ver o que o amanhã trará
Canta
Rapariga, tens que ser o que o amanhã necessitará
Por cada vez que eles te querem pôr de fora
Usa a tua voz cada vez que abres a boca]

Nestas eleições, eu votei por convicção política (mais ou menos). Li o que cada partido defendia (os tópicos) e aquele partido que me pareceu mais adequado às minhas ideias foi aquele em que votei. Não ganhou nenhum lugar na Assembleia, embora eu ainda tivesse uma réstia de esperança que pudesse.

O que mais me espantou, menos do que ter sido a coligação PSD/CDS a ganhar, foi o fato de a abstenção ter sido a maior de sempre. Muitos não acreditam naqueles que lá estão, que é tudo tacho. Que mais vale mais do mesmo, que diferente e pior. Se nunca mudarmos, nunca saberemos.

O PAN lá conseguiu um lugar. Que ideias trará? Ou será mais um com um emprego?

Seremos direita enfraquecida ou esquerda conflituosa?

13 comentários:

  1. Um post cheio de pontos de interrogação, tal como o futuro.
    A minha escolha também não elegeu nenhum deputado mas esteve quase.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esperar pelo melhor e preparar para o pior.

      Eliminar
  2. Entre os pequenos partidos, preferia lá ter visto o LIVRE. Acho que tinham bastante mais para dar no parlamento que o PAN, ou outros. E graças a Deus nada de Marinho e Pinto!!!

    ResponderEliminar
  3. Portugal tem uma esquerda mimadinha ahahahhahahahahahahahha Olha o costinhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Só falta fazer birraaaaaaaaaaaaaa

    O Seguro não deve fazer outra coisa se não soltar valentes gargalhadas ahahahahahhahahahahahhahahah

    ResponderEliminar
  4. Quando é que se para de falar dos políticos e das eleições? Está mais que visto que a situação irá continuar a ser a mesma ou pior :-p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já falei no antes. Já falei no depois. Por agora, já me basta.

      Eliminar
  5. Não concordo convosco, lá em cima, de preferirem o Livre ao PAN. Eu prefiro o PAN ao Livre. Mas isso sou eu que tenho mau feitio. LOL
    Acho que tiveste uma atitude muito "cidadã". Procuraste o que cada um defende para fazer a tua escolha. Isso é de louvar. Há quem vá simplesmente pelo que diz a comunicação social,. e essa não diz grande coisa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da última vez, não ponderei bem e fiz a escolha errada. Portanto, desta vez, fiz assim.

      Eliminar
  6. Espero que a Esquerda se entenda, porque apesar de terem pontos de discordância, também existem pontos em comum. E como diz o ditado: "quem muda, deus ajuda" e pode ser que uma esquerda maioritária, que creio, a acontecer, seja a primeira vez desde que vivemos em democracia, possa ser bastante positivo.

    ResponderEliminar