terça-feira, 29 de setembro de 2015

Visita Ao Porto


Glee - Someday We'll Be Together

O GBBB convidou a malta bloguista a ir lá acima encontrarmo-nos e tal. Tenho a confessar que pus-me a segui-lo só para poder visitar os outros. Mas acabei por gostar do blogue. Como sou muito despistado, esqueci-me de reconfirmar e não vi a publicação sobre esse assunto. 
Apanhei o comboio às 9h57 porque o antes era às 7 e tal e para acordar cedo já me basta os dias de semana (quando trabalho às 9 que nem sempre acontece). Gosto muito mais de passear de comboio que de autocarro, embora tenha constatado agora que é um pouco mais caro (30€ vs. 19€), mas é muito mais cómodo, dá para dormir sem ir às cabeçadas à janela ou acabar com uma mialgia (dor de músculo) no pescoço, dá para ler melhor ou jogar sudoku sem tremer os números. E, se tiveres fome, porque fazes tudo à última da hora e não tens tempo de comer o pequeno-almoço, existe uma mini-cafetaria.
Chego lá por volta da uma da tarde. Quando vejo os bloguistas, só me ocorre: "o que vai fazer um puto no meio destes marmanjos!? Só arranjas sarna para te coçar. Não vais dizer um pio e vai ficar tudo a pensar que és só mais um gajo sem interesse.". É, eu sofro de baixas de auto-estima de vez em quando.
Fomos almoçar, andámos a passear pelas várias ruas e ruelas da cidade. Para baixo, para cima, para baixo, volta para trás a subir, desce, sobe. Que canseira! Que o diga o Francisco


Quis mostrar a Escada das Verdades (antiga escada das mentiras), mas não as encontrei.


No meio deste percurso, ainda nos fomos infiltrar num grupo da rapariga casadoira e das amigas. Aparecemos na foto.
Fomos jantar ao Restaurante Galerias de Paris, na Rua das Galerias de Paris. Comida bastante boa. Comi do meu (vitela aromatizada com alfazema), daquele (bife de atum com cenas verdes) e do outro (porco com mexilhão e açafrão). Só não comi do dela porque tinha presunto (almofadas de bacalhau com presunto). A minha sobremesa era a melhor (mousse de maracujá). 
Fomos depois aos gins que eu acho sobrevalorizados, mas isso é outra história. Houve alguém que me convidou para ir para casa dele e eu fiquei vermelho, depois branco como se o sangue se estivesse esvaziado e a awkwardness o tivesse substituído. Pudera com certa pessoa a tocar sempre na mesma tecla. Passámos no Café Lusitano para dar uns pezinhos de dança, mas como aquilo estava a meios que "panados-com-pão", fiquei sentado a tentar conversar que o sono estava a matar-me.
Cheguei às 3 da manhã ao dormitório e acordei toda a gente. Ainda por cima, o cacifo não estava a funcionar. No outro dia de manhã, o italiano ainda tentou falar comigo, mas eu ainda meio envergonhado, não lhe disse muito. Fui ao pequeno-almoço onde comi 2 pães com cenas, uma fatia de bolo de chocolate (só não foi mais porque senti que poderia vir alguém depois e não ter), uma caneca de chá, outra de leite e outra de café. 
Fui para o terraço até me chamarem para descer. Fomos passear por Serralves porque a Só Eu aconselhou. Fomos almoçar a uma hamburgueria boa, mas barata. Houve até um fulano que se exaltou porque um esperou pelos cinco (estávamos à espera de mesa). Os que tinham que regressar para outras terras que não no Porto, sem combinar nada, acabaram por apanhar os autocarros à mesma hora, embora em autocarros diferentes (havia caminhos que se cruzavam).

Há qualquer coisa no Porto que ainda não me despertou. Talvez seja a luz mais encoberta. Mas cada vez, desgosto menos. (acho que vou ser crucificado)

Gostei muito desta passeata. Espero que nos reencontremos em breve. 

Abraço,
Neko-chan

18 comentários:

  1. Foi um encontro divertido, sem dúvida! ^^
    Quanto ao convite, foi feito a brincar, mas também é verdade que teria sido um gosto conversar mais contigo.

    Abraço :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. And here i go again. *awkward* I'm stupid, I know!

      Eliminar
    2. Awww não digas isso de ti. :/
      Tu és um rapaz simpático e educado. Tive muito gosto em conhecer-te. :)
      Abraço :)

      Eliminar
    3. Eu é que não reajo muito bem a elogios, apesar de gostar de os receber.

      Eliminar
  2. É verdade, tu comeste vitela e eu o porco com acafrão :)

    A tua sobremesa também estava muito boa

    foste uma agradável surpresa ;D

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  3. Marmanjos??? Estavas à espera de blogguers teen? Lol.
    O melhor dos hostels é a oportunidade de conhecer pessoal, o italiano fala contigo e ficas calado???? Estou a ver que fizeste sucesso no Porto :-P
    Quanto ao "desgostar menos" nós aqui no Porto não crucificamos, chicoteamos. Prepara-te.
    Pena teres demorado um bocado a desenvergonhar mas acabaste por ter revelar bem divertido, apesar dos marmanjos por companhia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos, algum da minha idade que chegou depois. Eu sou um bocado envergonhado. Entro em "blank space". Da próxima vez antes de ir ao Porto, vou escrever no blogue que adoro o Porto. Passo assim bem sem ser chicoteado!?

      Eliminar
    2. Vivi no Porto quando era miudo. E odiava. Tudo. A cidade granitica, o tempo, as praias com agua fria e areia grossa.
      Hoje um homem maduro - espero eu - percebo que não é uma cidade fácil. É uma cidade para quem tem tarimba, e só a gente do Norte tem essa tarimba. É uma cidade que vai entranhando, vai-se gostando, vai-se vivendo.
      É uma cidade de uma nostálgia muito lusitana. E de uma melancolia muito nacional.
      Olha..isto dava um postezinho. lol

      Eliminar
    3. Se calhar, sou fácil demais. Ou não.

      Eliminar
  4. Eu pensei num apelido para ti mas acho que não irias achar muita piada :-p.
    Tive pena de não ter tido oportunidade de me despedir de ti como deve de ser, pois aquele "terminal" é de matar :-S fica para a próxima vez mas please não contes novamente a história da gosma verde :-p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vou contar mais histórias. Tenho outra um pouco ou quanto parecida, mas vou-te poupar.E não tenciono passar por mais nenhuma.

      Qual é o apelido? Pode ser que resolva mudá-lo. ;)

      Eliminar
    2. Não tenho muitas, por acaso, mas adoro-as.

      Eliminar
  5. eu também gostaria de ter ido 'lá acima', mas não pude. :(
    excelente convívio, aliado a passeios culturais. uma união perfeita, pois tens a oportunidade de conhecer pessoas de diferentes idades e contextos e experiências e sítios novos. :)

    ResponderEliminar
  6. E temos uma foto fantástica, tu eu e o Francisco! :D

    ResponderEliminar